fbpx Nutricionista Marcos Hirata
Ir para o topo da página Ir para o conteúdo principal Ir para o fim da página

Confira as últimas notícias

 7 DICAS PARA VOCÊ PARAR DE COMER DOCES

[ 7 DICAS PARA VOCÊ PARAR DE COMER DOCES]

Saber o que fazer para parar de comer doce, ou, até mesmo, buscar opções mais saudáveis para o seu dia a dia, sem sofrer com a compulsão, parece ser algo desafiador, não é mesmo? Isso é ainda mais frequente com quem quer emagrecer e não consegue, mesmo se exercitando corretamente.

O consumo de açúcar está ligado a vários malefícios à saúde, como a obesidade, diabetes, estresse, indisposição e câncer. Além disso, essa substância pode facilmente viciar. Desse modo, quanto mais você consome doces, mais quer comê-los.

Infelizmente, tirar esse pó branco da alimentação não é tão fácil. Por esse motivo, separamos 8 dicas que ajudarão a eliminar o açúcar do cardápio. O ideal é seguir as quatro primeiras gradualmente a cada semana, enquanto as últimas você pode começar agora mesmo. Saiba mais!

ROTINA PARA PARAR DE COMER DOCES

1. SUBSTITUA O AÇÚCAR

A primeira semana é mais desafiadora, mas está longe de ser impossível. De início, é necessário tirar todas as fontes de açúcar da sua dieta, até mesmo aquelas consideradas mais saudáveis, como o demerara, de coco e mascavo. Além do mais, é fundamental eliminar tudo que contenha o velho e conhecido refinado.

Para que o corpo não sofra com o corte brusco desse item na dieta, o que você precisa fazer é substituir esse ingrediente pelo mel. Ele também tem o poder de adoçar, porém, de maneira mais natural e saudável. Além disso, vale lembrar que isso é um processo e, mesmo que o ingrediente contenha carboidratos, estamos tirando o açúcar do dia a dia, mas um pouco de cada vez.

2. REDUZA O CARBOIDRATO 

Assim como ao ingerir doces, o consumo de pães e massas libera insulina no sangue. Esse hormônio, além de ser o responsável por inserir a glicose no interior das células, ainda ativa a área do cérebro responsável pela fome.

Além do mais, os carboidratos são responsáveis por fazer o cérebro eliminar serotonina e dopamina, neurotransmissores que trazem sensação de bem-estar após sua ingestão. Por esse motivo, na segunda semana de adaptação alimentar, é importante reduzi-lo da sua dieta.

Além de diminuir seu consumo, quando você comer algum carboidrato, prefira as versões integrais, com mais nutrientes e ricos em fibras, que retardam a liberação de glicose no sangue, e ajudam na saciedade e no trânsito intestinal.

A partir de agora, é fundamental que você tenha atenção aos rótulos dos alimentos que você consome, pois, muitas vezes, existem carboidratos “escondidos” nos alimentos industrializados, o que pode atrapalhar todo o processo conquistado.

3. ADICIONE ADOÇANTES NATURAIS

Chegar na terceira etapa significa que o seu corpo já está mais acostumado com a ausência do açúcar e das farinhas brancas, e não sofre tanto como lá no começo da primeira semana. A parte boa, é que, nesse momento, você não precisa tirar nenhum dos alimentos introduzidos, mas adicionar outros: os adoçantes naturais.

Alguns dos exemplos de adoçantes naturais que você pode adicionar na sua dieta são:

  • xylitol;
  • eritritol;
  • taumatina;
  • stevia

Esses ingredientes vão ajudar você a levar a rotina sem que a falta do açúcar seja algo muito difícil. Por isso, busque o adoçante que mais se encaixe com o seu paladar e introduza na sua alimentação diária.

Para quem está em uma adaptação alimentar para a perda de peso, nessa etapa, é melhor diminuir a ingestão de frutas, mas isso não significa excluir do cardápio. Quanto aos chocolates com alta concentração de leite, eles também não são aconselháveis, pois remetem a um paladar muito próximo aos doces e pode fazer com que você caia em tentação novamente.

4. RETIRE O MEL

Depois de se adaptar as 3 etapas, chegou a fase de eliminar também o mel do cardápio. Mesmo que você não perceba e tenha a sensação de que ainda passa pelo processo com dificuldade, seu paladar já está se alterando e, com certeza, a dependência dos alimentos refinados já diminuiu.

O próximo passo é optar por outros ingredientes, como a canela, produtos integrais, cacau em pó, chocolate meio amargo a 70%, frutas e pasta de amendoim sem açúcar (consuma com moderação, pois o amendoim é muito calórico devido à gordura). Todos esses alimentos lembram o nosso cérebro do paladar doce, mas estão longe de representarem o risco do açúcar branco.

Uma boa alternativa para aquelas pessoas que sentem muita vontade de comer doce em certos horários, como antes de dormir ou após o almoço, é preparar uma sobremesa ou ceia com banana, maçã ou abacaxi com canela. Assim, você não corre o risco de cair em tentação.

5. MANTENHA A HIDRATAÇÃO

Por mais incrível que possa parecer, você sabia que é muito comum confundir sede com fome? Isso é totalmente inconsciente de nossa parte, mas verdadeiro. Por isso, na próxima vez que sentir vontade de comer doces, primeiro beba um copo de água e aguarde alguns minutos. Muitas das vezes, o desejo passará sem que você perceba.

6. PRATIQUE EXERCÍCIOS FÍSICOS

Além de emagrecer, por “queimar” calorias, a atividade física melhora o humor, aumenta a sensação de prazer e ainda ajuda na socialização — e enquanto você faz novas amizades, esquece um pouco dos doces.

Depois de se exercitar, muitas pessoas ficam menos propensas a consumir doces e outros alimentos ricos em açúcar, carboidratos e gordura. Isso ocorre porque os exercícios estimulam a liberação de serotonina, substância responsável pela sensação de bem-estar, curiosamente, o mesmo efeito provocado ao comer doces.

Por fim, a prática das atividades físicas melhoram o condicionamento de células “preguiçosas” — que, anteriormente, não trabalhavam na mesma velocidade — e, assim, acelera o aproveitamento do açúcar pelo organismo.

7. EVITE COMPRAR DOCES

É importante que esse passo a passo ajude você a eliminar o açúcar da sua rotina, porém, isso não significa que deva ser definitivo. A princípio, é preciso se privar desse ingrediente até que os seus objetivos sejam alcançados, após isso, basta ter equilíbrio.

Por isso, uma outra dica simples para modificar os seus hábitos é evitar comprar doces, mas se o fizer, que seja em pequenas quantidades para não haver sobras. Por isso, prefira porções individuais ou divida um doce com quem estiver com você, em vez de comprar um para cada um.

BENEFÍCIOS DA REDUÇÃO DO AÇÚCAR NA ALIMENTAÇÃO

Depois de ver essas dicas para reduzir os carboidratos do dia a dia, pode surgir um sentimento de desânimo, por conta do desafio. No entanto, conhecendo esses benefícios de parar de comer doces, é possível perceber que essa é uma meta muito mais fácil de ser alcançada. Surpreenda-se!

REDUZ OS RISCOS DE DOENÇAS CARDIOVASCULARES

Uma das grandes consequências do consumo excessivo de doces é o aumento da propensão da obesidade. Enquanto ela, por sua vez, é capaz de aumentar o risco de doenças que atingem o coração.

DIMINUI O APARECIMENTO DE CÁRIES DENTÁRIAS EM CRIANÇAS E ADULTOS

Desde crianças, ouvimos que comer doces causa cáries. O mais incrível é que isso não era apenas uma bronca dos pais, o açúcar é realmente o principal alimento das bactérias que moram na boca. Por isso, a união de açúcar e bactérias, sem a devida limpeza, é cárie na certa.

REDUZ OS RISCOS DE DIABETES TIPO 2

O excesso do consumo de açúcar pode criar uma resistência à insulina ou a falta de produção suficiente desse hormônio. Isso acaba prejudicando o transporte da glicose para a célula e causando o transtorno do diabetes tipo II.

MELHORA AS NOITES DE SONO

O açúcar cria um pico de glicose no sangue, pouco tempo após ser ingerido, seguido por uma queda abrupta. Quando isso ocorre com frequência, acontece também a redução da energia corporal, causando fadiga e noites mal dormidas.

Agora que você sabe o que fazer para parar de comer doce, está mais confiante de que conseguirá atingir essa meta de uma vez? Não deixe de fazer essa reeducação alimentar para cuidar melhor de sua saúde e alcançar os seus objetivos.

Gostou do post? Então, compartilhe em suas redes sociais para que os seus amigos saibam como entrar nessa luta contra o açúcar assim como você!

Open chat